COVID 19: We are open and operating according to the procedures required by law.

The African Challenge | Etiópia

Motivados para alcançar a fronteira com a Etiópia em Moyale, decidimos que a alvorada teria que ser mesmo cedo, pelo que pelas três horas da madrugada já se andava a pé. Prontos para sair às cinco hora da manhã, reparamos que nos tínhamos confundido com o nascer do sol e por isso houve que aguardar até às seis e meia para arrancar.

A manhã e início da tarde renderam muito bem e pelas 14 horas já nos encontrávamos no posto fronteiriço de Moyale. Pelo caminho passamos por várias paisagens distintas desde o verde húmido e fresco em altitude até ao desértico, com amplitudes térmicas a variarem entre os 15 e os 36 graus. Tivemos também oportunidade se vislumbrar alguma vida selvagem, nomeadamente um bando de avestruzes e outro de antílopes a atravessarem a estrada.

Voltando ao assunto da fronteira, que é sempre o que causa mais ansiedade ao grupo, podemos dizer que tudo correu sobre rodas e embora a demora fosse alguma, como sempre, dificuldades não encontramos nenhuma.

numa zona bastante degradada, com muito lixo e bastante presença militar, visto este ser um local sensível em termos de conflitos.

Logo a seguir à fronteira fizemos check in no único hotel disponível, numa zona bastante degradada, com muito lixo e bastante presença militar, visto este ser um local sensível em termos de conflitos.

Agora atacamos as estradas da Etiópia.